Bolsa de estudo para estudantes com incapacidade igual ou superior a 60%

Os estudantes com incapacidade igual ou superior a 60% podem, a partir deste ano lectivo, solicitar a concessão de uma bolsa de estudo correspondente ao valor da propina efetivamente paga. Para ser elegível para esta bolsa o estudante deve:

  • estar matriculado e inscrito numa instituição de ensino superior;
  • comprovar o grau de incapacidade através de um atestado de incapacidade multi-uso;
  • ter a situação tributária e contributiva regularizada.

Após a credenciação, o processo de candidatura é efetuado através do formulário da Direção Geral de Ensino Superior disponível online.

O calendário de aplicação e respetivos prazos de pagamento são fixados igualmente por despacho do diretor-geral do Ensino Superior, o qual, em síntese, define que os prazos para candidatura são: 20 dias úteis subsequentes à inscrição no ano letivo ou, no caso dos estudantes que já tenham efetuado inscrição, esse prazo inicia a contagem no dia útil seguinte ao da publicação do mesmo despacho (a data do presente despacho é de 27 de novembro de 2017).

Pode consultar o texto do Despacho nº 8584/2017 que aprova o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo para Frequência no Ensino Superior de Estudantes com incapacidade igual ou superior a 60%.

Programa Inclusão para o Conhecimento do MCTES

GT-NECTES. (Novembro 2017). Programa Inclusão para o Conhecimento – Relatório Final (PDF; 514KB; 29 páginas A4).

índice do documento

  1. Estrutura
  2. Contexto e âmbito
  3. Atribuições e composição do Grupo de Trabalho para as necessidades especiais na ciência, tecnologia e ensino superior
  4. Relatórios preliminares dos subgrupos
    1. Subgrupos
  5. Modelo de governação
  6. Nota final
  7. Anexo – Recomendações

síntese

O presente documento contém 67 recomendações a implementar no Ensino Superior para melhorar o acesso do mesmo a estudantes com necessidades especiais.

Jornadas SUPERA 2017 no Porto, com participação do GTAEDES

A decorrer entre 1, 2 e 3 de junho, nas instalações do CACE Cultural, na
Rua do Freixo nº 1070, Porto,
na zona da Campanhã.

Este evento pretende dar a conhecer o que de melhor existe em termos de recursos, ideias, soluções tecnológicas e produtos de apoio, que facilitem a acessibilidade e a mobilidade de todos, independentemente da sua idade ou caraterística.

As JORNADAS SUPERA 2017 irão contemplar espaços de conferência/teórico-cientifica, espaço expositivo de materiais e soluções interativas emergentes e ainda espaço de demonstração de atividades desportivas e de animação.

Com o evento pretende-se dar a conhecer novos recursos que promovem a melhoria da qualidade de vida e a inclusão das pessoas com algum tipo de limitação, quer pela idade quer pela incapacidade congénita ou adquirida.

Jornadas SUPERA 2017, nos dias 1, 2 e 3 de junho.

No dia 2 às 16h e no dia 3 às 11:30h, o GTAEDES irá promover a atividade:

Estudantes com necessidades especiais: vamos falar sobre a frequência do Ensino Superior (informações e condições de frequência). Esta atividade decorre no espaço da exposição e é aberta a estudantes do 10º ao 12º ano e às suas famílias. A entrada é livre.

Para mais informações envie e-mail para:
saed@letras.up.pt ou malice@letras.up.pt ou visite-nos no stand da Expo-SUPERA.

Pode obter mais informações sobre as Jornadas da SUPERA 2017 visite a página: http://supera.org.pt/jornadas2017/

Modernizar e valorizar os Politécnicos – GTAEDES marcou presença no debate

O Fórum “Tecnologias de Reabilitação e Apoio para o Bem-Estar e Acessibilidades” teve lugar no âmbito do Programa de Modernização e Valirização do Ensino Politécnico, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior que visa reforçar e valorizar o impacto dos Institutos Politécnicos na sociedade e na economia portuguesa.

O Fórum sobre “Tecnologias de Reabilitação e Apoio” teve lugar no passado dia 29 de setembro no Instituto Politécnico da Guarda e foi o terceiro fórum temática da iniciativa. Contou com a presença de vários investigadores nacionais. O Grupo de Trabalho para o Apoio a Estudantes com Deficiência no Ensino Superior (GTAEDES) esteve presente no encontro e aproveitou, pela voz do Prof. Francisco Godinho (da UTAD), para apresentar algumas das suas mais recentes preocupações no apoio a estudantes com deficiência.

Deixa-se abaixo o vídeo da preleção [nota: brevemente deixaremos também a transcrição textual do seu conteúdo].

Diretório dos Serviços de Apoio para Estudantes com Deficiência no Ensino Superior (edição 2016)

Diretório de Serviços de Apoio para Estudantes com Deficiência no Ensino Superior

Esta é a época para escolheres a tua Universidade! Se procuras o que é que as Instituições de Ensino Superior (IES) têm para oferecer, em termos de funcionalidades específicas a alunos com deficiência, então consulta o Diretório dos Serviços de Apoio para Estudantes com Deficiência no Ensino Superior, compilado pela equipa do GTAEDES. No caso de dúvidas envia um email para o GTAEDES: gtaedes@fl.ul.pt.

Pode consultar os serviços de apoio listados por:

Pode também obter uma listagem dos Serviços de Apoio por distrito, selecionando-o no menu ou no mapa abaixo:


selecione o distritoAçoresAveiroBejaBragaBragançaCastelo BrancoCoimbraÉvoraFaroGuardaLeiriaLisboaMadeiraPortalegrePortoSantarémSetúbalViana do CasteloVila RealViseu

Serviços de Apoio por Distrito

Viana do Castelo Vila Real Braga Bragança Porto Aveiro Viseu Guarda Coimbra Castelo Branco Leiria Santarém Lisboa Portalegre Évora Setúbal Beja Faro Madeira Açores