Acesso ao Ensino Superior – edição 2018

Em julho tem início o concurso nacional de acesso ao ensino superior 2018, organizado pela Direção-Geral do Ensino Superior.

Apoio à tomada de decisão de alunos com necessidades especiais

1. Contacte os gabinetes das Instituições de Ensino Superior

A equipa do Balcão incluIES compilou os contactos dos gabinetes de apoio e criou o Diretório de Contactos dos Gabinetes de Apoio das IES

2. Consulte as condições de acolhimento das IES

No sítio Web da DGES encontra uma página com Informação sobre as IES.

3. Partilhe informação previamente com as IES para melhorar as condições de acolhimento

Contacte as Instituições de Ensino Superior e partilhe previamente informação com os profissionais das mesmas. Isso irá certamente potenciar um melhor acolhimento no futuro próximo.

Outras informações úteis

Contingente Especial

Extensão do contingente especial para candidatos com deficiência física e sensorial à 2ª fase do Concurso Nacional de Acesso e aumento das vagas para 4% na 1ª fase e 2% na 2ª fase.

Bolsas de estudo

Atribuição de bolsas de estudo, correspondente ao valor da propina efetivamente paga, para os estudantes com incapacidade igual ou superior a 60%.

Balcão IncluIES

Criação na página web da DGES do Balcão IncluIES, portal que reúne conteúdos sobre apoio à deficiência, em particular no ensino superior.

Inquérito

Aplicação de um inquérito às IES (edição 2017/18), pela Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, a todas as Instituições de Ensino Superior portuguesas sobre as condições das mesmas no apoio aos estudantes com Necessidades Educativas Especiais.

fonte: DGES. 2018.

Necessidades Educativas Especiais 2017/18 – DGEEC divulga inquérito ao Ensino Superior

A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) divulgou esta terça-feira, 26 de junho, os resultados do Inquérito às Instituições de Ensino Superior e respetivas Unidades Orgânicas sobre necessidades educativas especiais – 2017/18.

De acordo com o relatório agora divulgado:

  • 1644 alunos com necessidades educativas especiais estão inscritos em instituições de ensino superior;
  • diplomaram-se em 2016/17 303 estudantes com necessidades educativas especiais em estabelecimentos de ensino superior, 61% dos quais em licenciaturas;
  • 56,3% das instituições de ensino superior possuem regulamentação para alunos com necessidades educativas especiais;
  • existem Serviços de Apoio em 45,5% das instituições de ensino superior e em 50,1% das unidades orgânicas;
  • 98,5% das unidades orgânicas organizam transportes adaptados com regularidade para trajetos específicos ou em situações pontuais.

O Inquérito às Instituições de Ensino Superior e respetivas Unidades Orgânicas sobre necessidades educativas especiais – 2017/18 surge no âmbito do programa Inclusão para o Conhecimento, criado pela área governativa da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em articulação com a Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Este programa tem como objetivos promover condições adequadas à inclusão de pessoas com necessidades especiais em termos de formação, desempenho de atividades docentes e de investigação, de participação ativa na vida académica, social, desportiva e cultural, e acesso geral ao conhecimento no contexto das Instituições de Ensino Superior e do Sistema Científico e Tecnológico Nacional.

Em consonância com o compromisso do XXI Governo para com a promoção da acessibilidade dos cidadãos com necessidades especiais ao ensino superior e ao conhecimento (estudantes, docentes e não docentes e investigadores), a área governativa da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com outras áreas governativas e diversas instituições, promoveu, para além deste inquérito, um conjunto de iniciativas:

  • criação do Grupo de Trabalho para as Necessidades Especiais na Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (GT-NECTES) cujas recomendações integram o Plano Estratégico para as Necessidades Especiais em CTES, estando, algumas das recomendações a serem já implementadas;
  • lançamento do Balcão IncluIES no site da DGES, que passou a reunir num único sítio conteúdos sobre apoio à deficiência;
  • criação no ano letivo 2017/2018 da Bolsa de Estudo para Frequência do Ensino Superior de Estudantes com incapacidade igual ou superior a 60%, a qual foi atribuída a 486 estudantes num montante global superior a 660.000 euros;
  • alargamento do contingente especial para candidatos com deficiência física e sensorial no Concurso Nacional de Acesso 2018 (CNA), com aumento das vagas e extensão do contingente à segunda fase do CNA: 1.ª Fase do CNA – 4% de vagas para candidatos com deficiência física e sensorial, 2.ª Fase do CNA – 2% de vagas para candidatos com deficiência física e sensorial.

Referências

Universidade de Évora lança CONTACONNOSCO

Lançado na sequência da publicação do estudo O Abandono Escolar no Ensino Superior – Estudo de Caso na Universidade de Évora, o Programa CONTACONNOSCO inclui um conjunto de ações que visam um acompanhamento mais próximo do percurso dos estudantes.

A questão do abandono escolar é multidimensional e transversal às várias Instituições de Ensino Superior, mas levanta desafios específicos em universidades localizadas no interior do país e/ou de menor dimensão, como a Universidade de Évora (UÉ). Nesta sequência foi realizado um estudo exaustivo, que decorreu durante um ano, por uma equipa pluridisciplinar de investigadores e técnicos da UÉ, para identificação das causas do Abandono Escolar na Universidade de Évora, de onde surgiram medidas orientadas para quatro domínios de intervenção principais: Escutar; Esclarecer; Aconselhar e Apoiar.

Para operacionalizar o Programa, a UÉ criou o endereço conta.connosco@uevora.pt, para onde os estudantes podem colocar as mais variadas questões e reportar de forma oficial as dificuldades sentidas no seu percurso académico, ficando os diferentes serviços da UÉ aptos a responder e atuar de forma mais célere e eficaz.

Neste âmbito, foi ainda lançado um ciclo de seminários temáticos CONTACONNOSCO, promovidos por docentes da UÉ, que decorrem de forma regular ao longo do ano letivo e que abordam temas relacionados com o desenvolvimento e obtenção de competências transversais.

Para o ano letivo 2016/2017 foi estabelecido um ciclo de Seminários CONTACONNOSCO que abordam temas como Planeamento, Organização e Gestão do Tempo; Autorregulação do Estudo e da Aprendizagem; Educação Financeira; Comportamentos de Risco e Hábitos de Vida Saudáveis; Pesquisa Bibliográfica e Apoio à Elaboração de Trabalhos Académicos e Preparação para o Mercado de Trabalho.

Integração e Acompanhamento de Estudantes

Universidade de Évora cria programa dirigido a apoiar sucesso académico dos seus estudantes

Atenta a todos os factores que condicionam o sucesso académico, a Universidade de Évora (UÉ) criou o Programa de Integração e Acompanhamento de Estudantes, uma iniciativa que prevê seguir de perto os estudantes relativamente aos seus processos de inclusão, integração, adaptação e acompanhamento no percurso escolar, com a intervenção de equipas multidisciplinares representativas da academia no seu todo.

Num 1º nível de abordagem, estas equipas contam com a envolvência do Gabinete de Apoio ao Estudante (GAE), Serviços Académicos, Serviços de Ação Social, Conselho Pedagógico por Escola, Associação Académica da UÉ, podendo ainda, e mediante a pertinência dos casos, ser incluído o psicólogo do GAE e a Comissão Executiva e de Acompanhamento do curso que o estudante frequenta.

O foco deste Programa é não só a promoção do sucesso académico dos estudantes, como também pretende promover a proximidade das estruturas envolventes, devidamente alinhadas numa dimensão holística.

Para requerer apoio através deste Programa, qualquer estudante da UÉ poderá faze-lo junto do GAE, nos Serviços Académicos (presencialmente ou por email) ficando este gabinete responsável por coordenar e gerir a instrução dos processos, assim como a constituição da equipa multidisciplinar e o acompanhamento dos estudantes, em função das necessidades identificadas em cada um dos casos em análise.